Manual Umidificador KS-13/15

Indice

1) Recomendações

2) Normas de prevenção contra acidentes

3) Composição do equipamento

4) Instalação

5) Funcionamento

6) Manutenção

7) Lista de materiais

1) RECOMENDAÇÔES

1.1) Este documento contém informações técnicas e construtivas, bem como de instalação e manutenção do equipamento, portanto recomenda-se a leitura atenta deste manual, antes de colocá-lo em operação, no intuito de evitar danos que possam ser causados pela má utilização de seus componentes.

1.2) É extremamente relevante a observação das normas de segurança quanto ao manuseio do equipamento, uma vez que o não cumprimento das mesmas, na maioria dos casos, é responsável por acidentes de trabalho.

1.3) Os procedimentos de montagem, operação e manutenção devem ser realizados por profissionais capacitados, sendo necessária a qualificação quanto às normas de precaução de acidentes, ainda que estas não estejam contidas neste manual.

1.4) Para garantir a excelência quanto ao desempenho do equipamento é necessário que se cumpram as recomendações de controle e manutenção contidas neste documento. Cabe ressaltar, que as referidas orientações devem ser entendidas como mínimas, sendo importante a submissão do equipamento a constante vigilância para que se possa intervir em casos de mau funcionamento do mesmo.

2) NORMAS E PREVENÇÕES DE ACIDENTES

Encontram-se dispostas abaixo, algumas recomendações quanto à tomada de procedimentos preventivos a ocorrência de acidentes. Cabe salientar que os profissionais responsáveis pelo manuseio do equipamento devem possuir conhecimento quanto às normas regulamentadoras inerentes à segurança na operação de máquinas e equipamentos.

2.1) O equipamento deve ser isolado do circuito de controle, antes de qualquer intervenção, evitando assim, acionamentos não previstos.

2.2) Deve-se destinar a devida atenção ao realizar toda e qualquer operação com aparelhos elétricos, uma vez que os mesmos podem representar um grande risco ao operador. Portanto, deve-se sempre utilizar os equipamentos de proteção necessários à preservação da integridade física do profissional.

2.3) Os cabos elétricos devem ser substituídos imediatamente em caso de ruptura.

2.4) As estruturas e dispositivos de proteção da máquina devem ser repostos após qualquer intervenção que os remova.

2.5) Ao utilizar ferramentas para a suspensão e/ou movimentação da máquina, ou partes da mesma, certifique-se de que estejam em perfeitas condições de uso, e em conformidade com as normas de precaução de acidentes vigentes.

2.6) É necessário que se tomem os devidos cuidados nas operações de montagem, portanto deve-se ficar a uma distância segura do equipamento, quando este estiver suspenso.

 

2.7) Acessórios como anéis, relógios, pulseiras, bem como roupas largas, podem representar risco ao operador, portanto recomenda-se a não utilização dos mesmos.

2.8) Certifique-se de que os componentes da máquina estejam completamente presos antes de colocar as mãos ou outras partes do corpo por baixo da mesma.

2.9) Equipamentos de proteção individual são fundamentais para a preservação da segurança do trabalhador, por isso devem ser utilizados em qualquer intervenção a ser realizada no equipamento.

3) COMPOSIÇÃO DO EQUIPAMENTO

O Umidificador é formado por diversos componentes, sendo estes contidos no anexo no item “LISTA DE MATERIAIS”.

Abaixo se encontra a descrição de composição dos principais componentes do equipamento.

  • Corpo Principal.

Construído em aço SAE 1020

  • Eixo

Construído em aço SAE 1020, nele são fixadas as paletas que fazem o processo de granulação e umidificação da massa cerâmica.

  • Cabeceiras

São peças fundidas em ferro fundido nodular, fazem parte de estrutura principal do equipamento nela são alojados os rolamentos do eixo principal.

  • Conjunto Hidráulico

Responsável pela distribuição de água para o processo de umidificação é composto por bomba, filtros, Regulador de pressão, tubo de distribuição em aço inox e bicos.

4) INSTALAÇÃO

O Umidificador é entregue ao cliente já montado, cabe ao mesmo a instalação do equipamento em seu local de operação. As instruções de instalação contidas no projeto devem ser respeitadas.

 

Exemplo de instalação:

5) FUNCIONAMENTO E REGULAGEM

5.1) O Umidificador é acionado por quadro de comando central.

 

5.2) Antes do acionamento do equipamento certifique-se de que o mesmo esteja montado corretamente, verifique a fixação da estrutura e acessórios.

 

5.3) Verifique o aperto das pás do eixo principal.

 

5.4) Certifique-se de que não haja ferramentas utilizadas na montagem contidas no interior do equipamento, no intuito de evitar danos ao mesmo.

 

5.5) Verifique se todas as proteções estão montadas corretamente.

 

5.6) Verifique a lubrificação dos rolamentos inferiores e superiores do eixo principal.

 

5.7) Verifique se a porta principal esta trancada corretamente e a trava de segurança acionada.

 

5.8) Verifique o alinhamento do motor principal e a tensão das correias de transmissão.

 

5.9) Verifique a regulagem das couraças internas, para evitar que ocorra choque com o eixo.

 

5.10) Verifique as conexões hidráulicas, se não há nenhum item solto.

 

5.11) Verifique o posicionamento dos bicos injetores de água, se o leque d’água esta na posição vertical.

 

6) MANUTENÇÃO

6.1) Antes de efetuar qualquer operação de manutenção certifique-se que todas as medidas de seguranças foram tomadas, verifique se o equipamento está desligado e o rotor interno esteja inerte antes da abertura da porta principal, para evitar danos ao operador.

 

6.2) O equipamento deve ser submetido a um constante controle, verifique sempre os estado de seus componentes, principalmente as couraças, pás, eixo, filtro e rolamentos que possuem um grande desgaste e são componentes essenciais para o funcionamento da máquina.

 

6.3) Controle com frequência a lubrificação dos rolamentos do eixo principal, para evitar danos maiores e paralisação do equipamento.

 

6.4) Sempre verifique as correias de transmissão, a tensão de aperto e desgaste.

 

6.5) Faça inspeções regulares nas couraças internas, verificando o estado do revestimento em teflon.

 

6.6) Verifique sempre as paletas do eixo. O desgaste pode “desbalancear” o eixo principal da máquina, causando sérios danos ao equipamento e prejudicando a qualidade da massa. Por isso, as pás devem ser substituídas quando ocorrer desgastes.

 

6.7) As couraças, além de auxiliarem no processo de granulação e umidificação da argila, protegem a carcaça do equipamento do desgaste causado pela mesma, então deve sempre substituir a mesma para evitar danos à estrutura do equipamento.

 

6.8) O eixo principal é balanceado eletronicamente, durante o processo de granulação e umidificação podem ocorrer desgastes no mesmo, aconselha-se que quando isto ocorrer deverá substituir o mesmo para evitar danos maiores ao equipamento.

 

7) LISTA DE MATERIAIS

Utilize sempre esta lista de materiais para solicitar peças de reposição para o conjunto do Umidificador KS 13/15.

K-Sider - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Driftweb

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Para mais informações sobre quais tipos de cookies você pode encontrar nesse site, acesse “Definições de cookies”. Ao clicar em “Aceitar todos os cookies”, você aceita o uso dos cookies desse site
Definições de cookies
whatsapp-icon

Manual Umidificador KS-13/15

Indice

1) Recomendações

2) Normas de prevenção contra acidentes

3) Composição do equipamento

4) Instalação

5) Funcionamento

6) Manutenção

7) Lista de materiais

1) RECOMENDAÇÔES

1.1) Este documento contém informações técnicas e construtivas, bem como de instalação e manutenção do equipamento, portanto recomenda-se a leitura atenta deste manual, antes de colocá-lo em operação, no intuito de evitar danos que possam ser causados pela má utilização de seus componentes.

1.2) É extremamente relevante a observação das normas de segurança quanto ao manuseio do equipamento, uma vez que o não cumprimento das mesmas, na maioria dos casos, é responsável por acidentes de trabalho.

1.3) Os procedimentos de montagem, operação e manutenção devem ser realizados por profissionais capacitados, sendo necessária a qualificação quanto às normas de precaução de acidentes, ainda que estas não estejam contidas neste manual.

1.4) Para garantir a excelência quanto ao desempenho do equipamento é necessário que se cumpram as recomendações de controle e manutenção contidas neste documento. Cabe ressaltar, que as referidas orientações devem ser entendidas como mínimas, sendo importante a submissão do equipamento a constante vigilância para que se possa intervir em casos de mau funcionamento do mesmo.

2) NORMAS E PREVENÇÕES DE ACIDENTES

Encontram-se dispostas abaixo, algumas recomendações quanto à tomada de procedimentos preventivos a ocorrência de acidentes. Cabe salientar que os profissionais responsáveis pelo manuseio do equipamento devem possuir conhecimento quanto às normas regulamentadoras inerentes à segurança na operação de máquinas e equipamentos.

2.1) O equipamento deve ser isolado do circuito de controle, antes de qualquer intervenção, evitando assim, acionamentos não previstos.

2.2) Deve-se destinar a devida atenção ao realizar toda e qualquer operação com aparelhos elétricos, uma vez que os mesmos podem representar um grande risco ao operador. Portanto, deve-se sempre utilizar os equipamentos de proteção necessários à preservação da integridade física do profissional.

2.3) Os cabos elétricos devem ser substituídos imediatamente em caso de ruptura.

2.4) As estruturas e dispositivos de proteção da máquina devem ser repostos após qualquer intervenção que os remova.

2.5) Ao utilizar ferramentas para a suspensão e/ou movimentação da máquina, ou partes da mesma, certifique-se de que estejam em perfeitas condições de uso, e em conformidade com as normas de precaução de acidentes vigentes.

2.6) É necessário que se tomem os devidos cuidados nas operações de montagem, portanto deve-se ficar a uma distância segura do equipamento, quando este estiver suspenso.

 

2.7) Acessórios como anéis, relógios, pulseiras, bem como roupas largas, podem representar risco ao operador, portanto recomenda-se a não utilização dos mesmos.

2.8) Certifique-se de que os componentes da máquina estejam completamente presos antes de colocar as mãos ou outras partes do corpo por baixo da mesma.

2.9) Equipamentos de proteção individual são fundamentais para a preservação da segurança do trabalhador, por isso devem ser utilizados em qualquer intervenção a ser realizada no equipamento.

3) COMPOSIÇÃO DO EQUIPAMENTO

O Umidificador é formado por diversos componentes, sendo estes contidos no anexo no item “LISTA DE MATERIAIS”.

Abaixo se encontra a descrição de composição dos principais componentes do equipamento.

  • Corpo Principal.

Construído em aço SAE 1020

  • Eixo

Construído em aço SAE 1020, nele são fixadas as paletas que fazem o processo de granulação e umidificação da massa cerâmica.

  • Cabeceiras

São peças fundidas em ferro fundido nodular, fazem parte de estrutura principal do equipamento nela são alojados os rolamentos do eixo principal.

  • Conjunto Hidráulico

Responsável pela distribuição de água para o processo de umidificação é composto por bomba, filtros, Regulador de pressão, tubo de distribuição em aço inox e bicos.

4) INSTALAÇÃO

O Umidificador é entregue ao cliente já montado, cabe ao mesmo a instalação do equipamento em seu local de operação. As instruções de instalação contidas no projeto devem ser respeitadas.

 

Exemplo de instalação:

5) FUNCIONAMENTO E REGULAGEM

5.1) O Umidificador é acionado por quadro de comando central.

 

5.2) Antes do acionamento do equipamento certifique-se de que o mesmo esteja montado corretamente, verifique a fixação da estrutura e acessórios.

 

5.3) Verifique o aperto das pás do eixo principal.

 

5.4) Certifique-se de que não haja ferramentas utilizadas na montagem contidas no interior do equipamento, no intuito de evitar danos ao mesmo.

 

5.5) Verifique se todas as proteções estão montadas corretamente.

 

5.6) Verifique a lubrificação dos rolamentos inferiores e superiores do eixo principal.

 

5.7) Verifique se a porta principal esta trancada corretamente e a trava de segurança acionada.

 

5.8) Verifique o alinhamento do motor principal e a tensão das correias de transmissão.

 

5.9) Verifique a regulagem das couraças internas, para evitar que ocorra choque com o eixo.

 

5.10) Verifique as conexões hidráulicas, se não há nenhum item solto.

 

5.11) Verifique o posicionamento dos bicos injetores de água, se o leque d’água esta na posição vertical.

 

6) MANUTENÇÃO

6.1) Antes de efetuar qualquer operação de manutenção certifique-se que todas as medidas de seguranças foram tomadas, verifique se o equipamento está desligado e o rotor interno esteja inerte antes da abertura da porta principal, para evitar danos ao operador.

 

6.2) O equipamento deve ser submetido a um constante controle, verifique sempre os estado de seus componentes, principalmente as couraças, pás, eixo, filtro e rolamentos que possuem um grande desgaste e são componentes essenciais para o funcionamento da máquina.

 

6.3) Controle com frequência a lubrificação dos rolamentos do eixo principal, para evitar danos maiores e paralisação do equipamento.

 

6.4) Sempre verifique as correias de transmissão, a tensão de aperto e desgaste.

 

6.5) Faça inspeções regulares nas couraças internas, verificando o estado do revestimento em teflon.

 

6.6) Verifique sempre as paletas do eixo. O desgaste pode “desbalancear” o eixo principal da máquina, causando sérios danos ao equipamento e prejudicando a qualidade da massa. Por isso, as pás devem ser substituídas quando ocorrer desgastes.

 

6.7) As couraças, além de auxiliarem no processo de granulação e umidificação da argila, protegem a carcaça do equipamento do desgaste causado pela mesma, então deve sempre substituir a mesma para evitar danos à estrutura do equipamento.

 

6.8) O eixo principal é balanceado eletronicamente, durante o processo de granulação e umidificação podem ocorrer desgastes no mesmo, aconselha-se que quando isto ocorrer deverá substituir o mesmo para evitar danos maiores ao equipamento.

 

7) LISTA DE MATERIAIS

Utilize sempre esta lista de materiais para solicitar peças de reposição para o conjunto do Umidificador KS 13/15.